O Grupo pesquisa o ensino da cultura afro-brasileira e indígena nas escolas, de acordo com as leis 10.639/03 e 11.645/08. Desenvolve palestras de formação para professores, debates sobre relações étnico-raciais, oficinas de teatro, música, percussão corporal, danças afro-brasileiras, danças populares e artes visuais para adultos e crianças. 

 

O Boi, símbolo do Baquetá, é um elemento encontrado nas cinco regiões brasileiras em forma de literatura, artes visuais, música, teatro e dança, que carrega em si influências indígenas, africanas e europeias.

 

Grupo Baquetá tem como compromisso construir coletivamente, em todos os locais que atua, contextos que instiguem reflexões e entendimentos que promovam o respeito às diversidades de gênero, sexualidade, idade, religião e relações étnico-raciais, através de práticas de teatro, dança, música, artes visuais e atividades terapêuticas.

É atriz formada pela Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná e musicoterapeuta formada pela Faculdade de Artes do Paraná. Musicista, agitadora cultural e performer no Coletivo Odé a Baco. Atriz e musicista do Grupo de teatro Nuspartus. Possui experiência com manifestações culturais brasileiras, cultura afro-brasileira, além de teatro infantil e danças populares. Pesquisa relações étnico-raciais e racismo na escola e desenvolve palestras sobre as leis 10.639/03 e 11.645/08. Canta, toca rabeca e percussão. Ministra oficinas de percussão corporal para adultos e crianças e danças africanas e afro-brasileiras. Produziu a 1ª Mostra de Cultura Afro da Praça Zumbi dos Palmares de Curitiba em 2015. É professora de dança da Entre as Pernas e Casa Baquetá, musicista colaboradora da Cia. Os Crespos, em São Paulo e  brincante do Grupo Baquetá.

Ator, palhaço, dançador e arte-educador formado no curso de Licenciatura em Teatro pela Faculdade de Artes do Paraná e especialista em Artes Híbridas pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Estudou musica - canto e flauta doce - no CMPB- Conservatorio de Musica Popular Brasileira de Curitiba. Artista há mais de 10 anos, atualmente trabalha também na Cia Filhos da Lua de teatro de bonecos, Trupe AhaOyá e Grupo Nuspartus. Trabalhou como doutor/palhaço em hospitais da rede pública, com a Trupe da Saúde. Participou por 4 anos da opereta itinerante de palhaços "Procura-se Uma Estrela" e  também como professor do Curso de Formação de Ator com Habilitação em Teatro de Bonecos, da Escola da Cultura da cidade de São José dos Pinhais. Em 2016 foi indicado, como Ator Revelação, para o Troféu Gralha Azul de teatro paranaense. É brincante do Grupo Baquetá.

Licenciado em Educação Artística - habilitação em Artes Plásticas pela UFPR. Participou do Projeto Oficina Permanente de Gravura da UFPR como aluno, bolsista e ministrante de oficina. Atuou em montagens de Exposições no Museu de Arte da UFPR. Foi instrutor de Artes nos Centros de Referência e Assistência Social em Curitiba, Pinhais, Piraquara e São José dos Pinhais para crianças, jovens, adultos e idosos. Foi instrutor de Gravura: Serigrafia no Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania em Escolas Municipais de Curitiba. Exposições coletivas: Marcas Impressas, Gravadores da UFPR e Permanece um pouco em tudo SESC-Centro. Atuou como Professor de Arte em Escolas Estaduais. Em 2015, participa da I Mostra Afro da Praça Zumbi dos Palmares como Diretor Artístico. Atualmente, é Professor de Artes na Escola da Cultura em São José dos Pinhais. É artista visual do Grupo Baquetá.

Bacharel em Psicologia pela Universidade Estadual de São Paulo e bacharel em Música Popular da Universidade Estadual do Paraná. Tem formação em Musicalização Infantil, Iniciação Musical e Prática coletiva com instrumentos de sopro pelo Conservatório Dramático e Musical Dr. “Carlos de Campos” (Tatuí-SP), formação em dança (“Jazz” e sapateado) pelo Teatro de Dança Rosinha Orsi (Tatuí-SP) e formação em percussão pelo Galpão Cultural (Assis-SP). Atuou como brincante (percussionista e dançarino) do Grupo de ritmos populares brasileiros Mergulhatu, em Assis/SP. Como percussionista atuou nos seguintes projetos: Grupo Shandala, Projeto Reinventar, Grupo Regional Matulão, Bloco Popular Mangabeira e do Trio Carapiá, além de participar da bateria da Escola de Samba “Unidos da Vila Operária”. No ano de 2013 participou do Projeto Cidadão Musical como professor de Teoria Musical e Percussão. A partir deste mesmo ano tem atuado como percussionista da Bandinha de Pífanos “Regional Sabiá”. Desde 2014 é brincante do Grupo Baquetá.

Atriz, professora de teatro, dramaturga, cantora e compositora. Parnanguara, nascida em 1990, vive em Curitiba. Especialista em Gestão Cultural pelo Senac-PR, é formada em Licenciatura em Teatro pela Faculdade de Artes do Paraná (FAP). Estudou teatro com o diretor e ator Hermison Nogueira e também participou de cursos e oficinas com Ricardo Puccetti e Carlos Simioni, do grupo LUME e com Roberta Carreri, do grupo Odin Teatret. Estudou improvisação com Andrei Moscheto, do grupo Antropofocus e comédia com o Mauro Zanatta, fundador da Escola do Ator Cômico. É brincante do Grupo Baquetá.

Graduando do Bacharelado em Musicoterapia pela Faculdade de Artes do Paraná. Canta, toca violão, guitarra e baixo. Participou de diversos festivais em Antonina, Curitiba, Ponta Grossa e Bombinhas/SC. Atualmente é violonista e vocalista da banda Macaco Mel. É brincante do Grupo Baquetá.

Percussionista, cantor, artista visual e B-boy. Viajou pelo Uruguai, Argentina e Bolívia com o Grupo El Viento Norte como vocalista e percussionista. Em 2015 foi Produtor Cultural do Grito Rock Piriapolis em Piriapolis no Uruguai. Como baterista, percussionista e vocalista da banda Amitaba apresentou-se em Morretes, Pinhais (PR), Balneário Camboriú e Florianópolis (SC). Participou da 1ª Mostra de Cultura Afro da Praça Zumbi dos Palmares com apresentação de Breakdance e exposição dos seus trabalhos. É Artista Visual da marca Olho Místco. É brincante e assistente de produção do Grupo Baquetá.

Atriz formada pela UFPR e relações públicas formada pela PUC-PR, Vanessa Vzorek é atriz, palhaça e professora de teatro. Participou de oficinas de expressão corporal, palhaçaria, canto e cultura popular com profissionais renomados de diferentes regiões. Fez parte do Coro da UFPR e trabalhou com os Grupos Companhia do Intérprete, Grupo Engenho de Teatro, Rabiscos e Arte da Comédia. Em 2015 e 2016 criou e dirigiu dois espetáculos com seus alunos. As montagens foram indicadas em várias categorias e premiadas como melhor espetáculo e melhor direção, respectivamente, no Festival de Teatro Estudantil de Pinhais. Atualmente é integrante dos grupos Olho Rasteiro e AhaOyá e ministra vivências de teatro e palhaçaria para crianças, adolescentes e adultos.  É brincante do Grupo Baquetá.

Grupo Baquetá logo
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook Classic
  • Google+ App Icon